LEVI.COM.BR - PAG.PRINCIPAL
CLIQUE AQUI PARA SE ASSOCIAR!
CLIQUE
AQUI
PARA SE
ASSOCIAR!
HOME TEOSOFIA PALESTRAS LIVRARIA ASTROLOGIA NUMEROLOGIA MAÇONARIA CRISTIANISMO ESOTERICA.FM MEMBROS



A ESOTERICA.FM É PATROCINADA
PELOS ASSOCIADOS DA LEVIR

  • ESOTERICA.FM
  • TEOSOFIA
  • PALESTRAS
  • LIVRARIA
  • ASTROLOGIA
  • NUMEROLOGIA
  • MAÇONARIA
  • CRISTIANISMO
  • TELEMENSAGENS
  • TEXTOS EM INGLÊS
  • MEMBROS
  • INDIQUE-NOS
  • FALE CONOSCO

    LIVROS
    RECOMENDADOS

    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    MAÇONARIA SIMBÓLICA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    GRAU DO COMPANHEIRO E SEUS MISTÉRIOS




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    LUX ESOTERICA - O SISTEMA SOLAR




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    LUX ESOTERICA - CHAVE DA TEOSOFIA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    LUZ DA ÁSIA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    AUTOCULTURA À LUZ DO OCULTISMO




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    ÍSIS SEM VÉU - VOL. II




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    RETORNO DA FILOSOFIA PERENE, O




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    LUX ESOTERICA - O SISTEMA SOLAR




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    O MILAGRE DO NASCIMENTO




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    LIVRO PERDIDO DE DZYAN (O)




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    LUX ESOTERICA - CIÊNCIAS E TRADIÇÕES OCULTAS




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    AS CAUSAS DA MISéRIA E SUA SUPERAçãO




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    TEOSOFIA PRÁTICA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    LUX ESOTERICA - CHAVE DA TEOSOFIA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    UM ESTUDO SOBRE A CONSCIêNCIA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    TEOSOFIA COMO OS MESTRES A VÊEM




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    CÓDIGO DA BÍBLIA (O)




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    TEATRO DA MENTE,O




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    A SABEDORIA OCULTA NA BÍBLIA SAGRADA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    PEQUENO LIVRO DA FRANCO-MAÇONARIA (O)




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    INVESTIGANDO A REENCARNAÇÃO




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    O PROCESSO DA AUTOTRANSFORMAÇÃO




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    GRAU DO MESTRE MAÇOM E SEUS MISTÉRIOS





    VEJA A
    RELAÇÃO
    COMPLETA
    DE LIVROS



    FALE CONOSCO!


    INDIQUE ESTA PÁGINAINDIQUE AQUI
    Indique Esta Página para seus amigos!

  • OS ANJOS E A NOVA RAÇA

    Geoffrey Hodson

    Prefácio

    Os livros de Geoffrey Hodson são bem-vindos porque trazem mensagens de serviço gentil e boa vontade aos homens. Este livro de sua lavra nos aponta uma nova e interessante possibilidade de ser útil. Trata, de um modo aprofundado, de nossos amigos invisíveis, os anjos e os espíritos da natureza. O escritor assegura que as hostes angélicas são igualmente nossas companheiras cidadãs deste planeta, e anseiam à espera de nosso reconhecimento. Nós temos apenas que reconhecê-las e elas responderão, e manterão comunhão sensível conosco. Não sei de melhor mensagem do que esta - de que poderemos tomar ciência de um mundo invisível povoado de seres amistosos e vivazes que só esperam nosso consentimento para trazer cura e radiância às nossas vidas. Certamente são excelentes notícias.

    A habilidade do autor em contatar e estudar o reino angélico não deve surpreender, uma vez que tal poder é apenas o desenvolvimento especial de uma faculdade comum a todos que mantêm uma vida espiritual consistente. Como poderíamos esperar, a prometida cooperação dos anjos depende de nós mesmos. Devemos abrir a porta através do amor e do serviço. O amor ainda é a maior coisa do mundo. Este livro não falhará em exaltar a mente e satisfazer o espírito.

    Max Wardall


    A idéia que desejo expor através deste livreto é a de que a cooperação entre seres angélicos e homens terá um importante papel no desenvolvimento da nova raça que agora está aparecendo no mundo, e que mesmo agora isso é uma possibilidade real. O auxílio objetivo de inteligências angélicas e de várias ordens de espíritos da natureza é disponível em todos os trabalhos planejados e executados no intuito de ajudar os outros e servir o mundo.

    Como Cristãos, fomos ensinados a pensar nos anjos como mensageiros que vêm de Deus ao homem somente em circunstâncias muito importantes, e que permanecem, normalmente, invisíveis e apartados do homem. Ao mesmo tempo que desejo manter esta concepção, desejo também expandi-la, dizendo que os anjos estão sempre conosco; que não vêm a nós somente em magnas ocasiões, mas estão sempre ao nosso alcance.

    Mesmo antes do nascimento, os anjos guardam a mãe e conduzem a construção do pequeno corpo que cresce em seu ventre. Na hora do nascimento, anjos permanecem junto ao leito, ajudando mãe e bebê, para que a nova vida possa iniciar sob as mais elevadas e auspiciosas condições. Ao longo de todas nossas vidas somos abençoados pela orientação e proteção de seres angélicos; e mãos angélicas nos recebem ao passarmos pelas portas da morte. Com raras exceções, somos inconscientes deste ministério de amor e serviço, mas sob certas condições estas companhias angélicas podem ser percebidas. O véu que oculta os anjos de nossa visão pode ser baixado, os óbices transpostos, e podemos ver.

    A fim de que possamos entender e eventualmente propiciar tais condições, é essencial que possuamos conhecimento de nossa constituição interna, e do propósito da existência dos ramos humano e angélico da família de Deus. Definamos, pois, os termos "homem " e "anjo". Por "homem" concebemos um ser divino e imortal que utiliza um corpo material e mortal, dentro e através do qual trabalha e se desenvolve. O propósito de sua vida no corpo é simplesmente que ele possa evoluir, pois através do resultado das experiências que possa obter através dele o homem vai-se dirigindo à perfeição. Em outras palavras, a razão para sua existência aqui é que possa tornar-se perfeito como seu Pai Celeste é perfeito. Todas as tristezas e alegrias da vida são planejadas para levá-lo à meta da perfeição.

    Os anjos também são seres que evoluem em direção a um ideal de perfeição. Eles são nossos companheiros cidadãos deste planeta e neste sistema solar. Podemos pensar neles como nossos irmãos mais imateriais, nascidos do mesmo Pai, divinos em sua origem como somos divinos, viajando em direção à mesma meta que nós, que é a união com Deus e a manifestação perfeita de seus atributos divinos. Quando Jacó, em Bethel, sonhou com uma escada unindo o céu à terra, e os anjos de Deus descendo e subindo por ela, teve uma visão verdadeira da evolução angélica.

    Os anjos diferem de nós em muitos aspectos, o principal sendo a ausência de corpo físico, o que os torna normalmente invisíveis a nós. A matéria com a qual seus corpos são formados é mais sutil que aquela que forma os nossos. Suas vibrações estão além do espectro visível, por isso nossos olhos não podem captá-las. Nós temos outros olhos, entretanto, com os quais é possível para nós vê-los: os olhos da alma. Se apenas abrirmos nossos olhos interiores, nossos companheiros anjos se tornarão visíveis a nós e os veremos face a face, pois eles estão sempre presentes; o ar cerca de nós está coalhado de seres invisíveis, de muitas raças e graus de evolução.

    Os vários reinos da Natureza são seu campo evolutivo. Nós os encontramos nas árvores, junto às flores no campo e do jardim, na água, no ar, no fogo, na terra, associados a metais e cristais do reino mineral. Onde quer que a vida divina se manifeste, lá estarão as crianças de Deus: as fadas, espíritos da natureza, e seus irmãos mais velhos, os anjos, que são encarnações brilhantes e formosas de Sua vida. As lendas sobre a existência de fadas, brownies, pixies, gnomos ou espíritos da terra, ondinas ou espíritos da água, salamandras ou espíritos do fogo, silfos ou espíritos do ar, e das náiades e dríades das árvores, são lendas baseadas na verdade. Todos estes são muito mais que personagens de contos de fadas ou habitantes dos poéticos reinos de fantasia das crianças; são realidades vivas, membros mais jovens do reino angélico, fazendo a grande peregrinação da vida lado a lado conosco.

    Como se parecem? Ainda que não possuam corpo físico, eles certamente têm alguma espécie de existência corpórea. Suas formas, entretanto, são criações de luz, ou antes, de material que é auto-luminescente, pois cada átomo de seus corpos e do mundo em que vivem é uma partícula de luz brilhante. A forma que possuem se parece muito com a nossa, de fato é construída sobre o mesmo molde da forma humana. Fadas e anjos geralmente aparecem como seres humanos muito belos e etéreos. Suas faces, entretanto, ostentam uma expressão que definitivamente não é humana, pois dão uma impressão de energia dinâmica, de consciência e vida extremamente vívidas, com uma notável beleza transcendente que raramente é vista entre os homens. Por estas razões os povos do Oriente sempre os têm chamado de "Devas", que significa "Seres Brilhantes".

    Se um cientista moderno pudesse capturar e aplicar testes eletromagnéticos a uma fada ou anjo, eles os definiriam como altamente radioativos. Enquanto não ocorre nenhum evento desse gênero no futuro próximo, há boas razões para crer que os anjos voluntariamente entrarão, como eventualmente já o fazem, em laboratórios e locais de estudo humanos a fim de guiar e inspirar a pesquisa das forças ocultas da natureza, tendo-se em conta que seu conhecimento a respeito é extraordinariamente amplo. Quando o homem tiver aprendido a reconhecer sua presença e tiver se certificado por si mesmo de sua boa vontade, novas e insuspeitas fontes de conhecimento e de poder serão reveladas.

    A aparência dos anjos é sempre extraordinária para a visão humana, por causa do contínuo fluxo de energia por dentro e através de seus corpos e de suas auras brilhantes. Eles podem ser concebidos como agentes, ou mesmo como engenheiros das forças básicas da natureza. Os poderes que eles controlam e manipulam estão continuamente irradiando de si mesmos, produzindo em sua passagem o efeito de "auroras boreais" em miniatura.

    Centros de força distintos, vórtices e certas linha de força definidas são visíveis em seus corpos; na descarga áurica formas definidas são produzidas, que às vezes se assemelham a coroas sobre suas cabeças ou asas estendidas, de tons luminosos e sempre mutantes. As asas áuricas, entretanto, não são usadas para o vôo, pois os anjos se movem no ar à vontade, com um movimento gracioso e flutuante, e não necessitam de asas que os sustentem. Os pintores e escritores antigos, que aparentemente tiveram impressões de sua aparência, tomaram erroneamente estas forças fluentes como vestidos e asas, e assim os pintaram como homens e mulheres alados, ataviados com vestes humanas, e até mesmo dera-lhes penas para as asas!

    Como seus corpos são formados de luz, cada variação no fluxo energético produz uma variação de cor. Uma alteração em sua consciência é imediatamente visível, objetivamente, como uma mudança no formato e cor de suas auras brilhosas. Um extravasar de afeto, por exemplo, os inunda de um clarão carmesim, com uma nítida corrente de róseas forças amorosas fluindo em direção ao objeto de sua afeição. Atividade intelectual aparece como um poderoso fulgor amarelo jorrando da cabeça, o que freqüentemente os faz parecer coroados com um brilhante halo de luz, uma coroa do ouro que são seus pensamentos, adornada de muitas jóias, cada jóia uma idéia.

    Todos os fenômenos de consciência que para nós são subjetivos, como as emoções e pensamentos, para eles são objetivos, de modo que eles vêem os processos de pensamento, emoções e aspirações como fenômenos externos e materiais, pois vivem precisamente nos mundos do pensamento, emoção e intuição espiritual. Sua troca de pensamentos é levada a cabo por meio de cores, luzes e símbolos, antes que por palavras. Na verdade, os anjos têm uma linguagem cromática própria, que é bela de se "ver".

    Maravilhosamente belos como aparecem à nossa vista, sua mais extraordinária característica fala antes ao coração e à mente: sua perfeita unidade com Deus. Suas vidas e seus atos são baseadas sobre esta unidade fundamental. Nós esquecemos que somos divinos em nossa origem, que somos unos com Deus. Separatividade, egoísmo, crueldade e ódio aparecem entre nós por causa deste esquecimento. Nós experimentamos abandono e nos sentimos sozinhos por não saber, como os anjos sabem, que não pode haver nenhuma solidão ou separação reais num universo que é preenchido com a vida única de Deus, sustentado por seu inabalável amor, e povoado por incontáveis miríades de Seus filhos nos muitos reinos de Seus mundos manifestos. Os anjos vivem no contínuo conhecimento destes fatos e em ininterrupta percepção de sua unidade com Deus. De acordo com o estágio de sua evolução - e há muitos estágios - eles são perfeitas encarnações da vontade, da sabedoria e da inteligência divinas. Imortais, eles vivem através dos séculos de sua longa peregrinação em perfeito acordo com a Fonte única de sua vida e existência. Unos com Deus, unos entre si, unos com toda a vida, eles vivem cheios de alegria; pois são inteiramente inconscientes de todas as divisões e separações com que nos cercamos, e que são as poderosas origens de todos os nossos sofrimentos.

    A existência de seres angélicos é mais aceita no Oriente que no Ocidente. As religiões do Oriente mantêm presentes muitas informações sobre sua vida e atividades, seus meios de crescimento, seus muitos tipos e ordens, e sua existência universal. No Cristianismo fomos ensinados que há nove ordens de anjos, chamadas Tronos, Dominações, Principados, Potestades, Querubins, Serafins, Virtudes, Anjos e Arcanjos. A cada uma destas ordens são atribuídas certas qualidades e atividades especiais.

    Os Querubins são os que primam no esplendor do conhecimento, os Serafins são os mais ardentes no amor divino, os Tronos são os que contemplam a glória e a eqüidade do julgamento divino. Daí, os Querubins iluminam com sabedoria, os Serafins inspiram pelo amor, os Tronos ensinam a governar com discernimento. As Dominações supostamente regulam as atividades e deveres dos anjos; os Principados presidem sobre os povos e províncias, e servem como governantes angélicos das nações do mundo; Potestades são adversários dos espíritos malignos; Virtudes têm o dom de operar milagres; e Arcanjos são enviados como mensageiros de Deus em assuntos da mais alta importância, como o foram Gabriel e Rafael. Quase em todas as descrições bíblicas das visões de Deus, Ele é descrito como transcendente em glória e rodeado de infinitas hostes de Seus santos anjos. Duas passagens ilustrativas são as que descrevem as visões de Daniel e de São João, respectivamente no Velho e Novo Testamentos. Daniel diz: "Eu contemplei até que tronos foram postos, e o Ancião dos Dias assentou-se, Cujas vestes eram brancas como a neve, e o cabelo de Sua cabeça como pura lã; Seu trono era como uma chama ardente, e Suas rodas como um fogo consumidor. Uma torrente de fogo saía diante de onde estava: mil milhares o serviam, e dez mil vezes dez mil ficavam diante de dEle" (Daniel, VII, 8-9). São João escreve: "E eu contemplei, e ouvi a voz de muitos anjos em torno do trono, e dos Santos Seres e dos anciãos: e o seu número era dez mil vezes dez mil, e miríades de milhares" (Apocalipse, V, 11). Quão maravilhosa deve ter sido também a experiência de Jacó em Bethel, quando ele viu "uma escadaria assentada na terra e cujo topo alcançava o céu: e vi os anjos de Deus descendo e subindo por ela", e quando ele voltou de Canaan "os anjos de Deus foram ao seu encontro. E Jacó os viu, e disse: 'Esta é a hoste de Deus', e ele chamou àquele lugar de Mahanaim, ou seja, 'duas hostes'". (Gênesis, XXVIII, 12; Gênesis, XXXII, 2).


    ASSOCIADO: CLIQUE AQUI PARA LER A ÍNTEGRA DESTE TEXTO.

    VISITANTE: ASSOCIE-SE PARA TER PLENO ACESSO AO ARTIGO.


    PESQUISAR EM LEVIR.COM.BR

    GLOSSÁRIO
    TEOSÓFICO
    HOME TEOSOFIA PALESTRAS LIVRARIA ASTROLOGIA NUMEROLOGIA MAÇONARIA CRISTIANISMO ESOTERICA.FM MEMBROS
    WWW.LEVIR.COM.BR © 1996-2018 - LOJA ESOTÉRICA VIRTUAL - FALE CONOSCO: levir@levir.com.br - whatsapp: 11-984754717