LEVI.COM.BR - PAG.PRINCIPAL
CLIQUE AQUI PARA SE ASSOCIAR!
CLIQUE
AQUI
PARA SE
ASSOCIAR!
HOME TEOSOFIA PALESTRAS ASTROLOGIA NUMEROLOGIA MAÇONARIA CRISTIANISMO ESOTERICA.FM MEMBROS



A ESOTERICA.FM É PATROCINADA
PELOS ASSOCIADOS DA LEVIR

  • ESOTERICA.FM
  • TEOSOFIA
  • PALESTRAS
  • LIVRARIA
  • ASTROLOGIA
  • NUMEROLOGIA
  • MAÇONARIA
  • CRISTIANISMO
  • TELEMENSAGENS
  • TEXTOS EM INGLÊS
  • MEMBROS
  • INDIQUE-NOS
  • FALE CONOSCO

    LIVROS
    RECOMENDADOS

    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    MAÇONARIA SIMBÓLICA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    ORIGENS OCULTAS DA MAÇONARIA (AS)




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    FUNDAMENTOS DE TEOSOFIA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    LEIS DO CAMINHO ESPIRITUAL




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    O SEGREDO DA AUTORREALIZAÇÃO




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E ESPIRITUALIDADE




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    NãO Há OUTRO CAMINHO A SEGUIR




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    AUTOCULTURA À LUZ DO OCULTISMO




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    AS SETE GRANDES RELIGIõES




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    A SABEDORIA OCULTA NA BÍBLIA SAGRADA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    INTRODUÇÃO AO YOGA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    MISTÉRIOS DO KARMA E A SUA SUPERAÇÃO (OS)




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    ÍSIS SEM VÉU - VOL. IV




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    MAÇONARIA SIMBÓLICA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    DOUTRINA SECRETA (A) (VOL. III)




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    TEIA DE MAYA,A




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    DOUTRINA SECRETA (A) (VOL. V)




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    A CIÊNCIA DA ASTROLOGIA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    INTRODUÇÃO AO YOGA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    APRENDENDO A VIVER A TEOSOFIA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    SONHOS, OS




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    LUX ESOTERICA - CIÊNCIAS E TRADIÇÕES OCULTAS




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    LUX ESOTERICA - O LADO OCULTO DAS COISAS




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    LUX ESOTERICA - O LADO OCULTO DAS COISAS




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    QUE DEVE SABER UM MESTRE MAÇOM (O)




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    PODER DA SABEDORIA,O




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    CARTAS DOS MAHATMAS PARA A.P.SINNETT-VOL. I




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    PODER DA SABEDORIA,O




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    PROCURA O CAMINHO




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    INTRODUÇÃO À TEOSOFIA





    VEJA A
    RELAÇÃO
    COMPLETA
    DE LIVROS



    FALE CONOSCO!


    INDIQUE ESTA PÁGINAINDIQUE AQUI
    Indique Esta Página para seus amigos!

  • Mensagem 200
    De: "Jeronimo"
    Data: Sex Fev 2, 2001 11:56 pm
    Assunto: MISTÉRIOS DE RÁ

    MISTÉRIOS DE RÁ


    "Na vida de todos nós, em algum momento, a chama interior quase se apaga. Ela volta a crescer e incendiar-se quando encontra um outro ser humano especial. Por isso, devemos ser sempre gratos a essas pessoas - as que tem o dom de fazer renascer a chama interior no nosso espírito." Albert Schweitze



    MISTÉRIOS DE RÁ

    A humanidade vivencia atualmente um aspecto assaz interessante da sua trajetória Kósmica no Planeta Terra.
    Neste momento de "Transição de Eras", ocorre um Renascimento e uma redescoberta de valores, conceitos e "Ciências Tradicionais" de antigas civilizações; moldados ao nosso momentum. Destas civilizações, eclode das areias do deserto a mais "milenar" de todas: A Civilização Egípcia. Não somente pelo eterno Mistério que a envolve, mas pelo profundo significado de suas Ciências e Tradições Ocultas.
    O ponto mais fascinante, com certeza, é a análise entre as interpretações históricas, arqueológicas e o conhecimento da parte "oculta", muitas vezes discordantes.

    Segundo algumas Escolas de Mistério que, tradicionalmente, se originaram justamente no Antigo Egito, a verdadeira história cronológica, cultural e principalmente científica e ritualística das terras de KHAN (como era conhecido o Egito em seus áureos tempos), é no mínimo, bem diferente do que rezam os livros de História e tratados de Egiptologia Científica.

    Na aurora de uma nova Era, onde religião e ciência se fundirão, a redescoberta do Eu interior (busca da auto-realização), coaduna com a Filosofia e Ciência Hermética Egípcia; pois KHAN não consistia apenas num punhado de monumentos, templos, obeliscos e hieróglifos.

    KHAN era uma terra em que os tribunais, dos sacerdotes ao faraó, sabiam "ler" na aura e na rotação dos Chackras do réu, as "manchas" denunciantes de sua acusação. Lugar em que o estudo e aplicação da radiônica, psicotrônica e cristais (juntamente com Símbolos Sagrados e Mandalas), só encontrou paralelo na sua antiga Mestra, da qual foi colônia: a Atlântida.

    Atualmente, só os estudiosos mais ortodoxos sustentam a já superada tese de que as pirâmides, principalmente as do complexo de Gizeh (Quéops, Quéfren e Miquerinos), são apenas túmulos. Ora, qualquer Navegador Sideral, em qualquer parte da galáxia pode localizar a Terra por esta "antena" conhecida como Pirâmide de Khufu (Quéops).
    Esta é uma das inúmeras funções da forma piramidal de base quadrangular, objeto de tecnologia extraterrestre, introduzido na Atlântida, representativo do quaternário da forma, buscando no seu ápice a Comunhão Cósmica.

    Em Khan, os Templos eram construídos segundo princípios Cósmicos e telúricos, obedecendo aos conceitos da "Geografia Sagrada" , e sua estrutura estava de acordo com a anatomia oculta do ser humano. Lugar onde era lei, principalmente por parte da classe Sacerdotal, a elaboração dos três círculos energéticos de proteção contra emanações de polaridade negativas oriundas não só de pessoas com forte poder mental, mas também dos Afrits (larvas, miasmas e demônios de grande poder do astral inferior).

    O "Contra-egum", objeto dos cultos "Afro" (Candomblé, Umbanda e etc.), consiste num pequeno cordame colocado um pouco abaixo do umbigo e nos braços. Será coincidência a utilização por parte dos Sacerdotes e, principalmente dos Faraós, de pequenos cintos e braceletes exatamente nas mesmas regiões, somando-se a isso uma fivela com determinados símbolos hieroglíficos emanadores de um campo energético?

    As iniciações nos Templos de Karnak, Denderah, Abydos, Annu (Heliópolis), etc.; que continham experiências projetivas da consciência, apresentação aos cinco elementos (Ether, Fogo, Terra, Ar e Água), identificação e atuação sobre espectros e outras formas do Astral; eram duras provas pelas quais o vitorioso ouvia a voz de Harmarkis (Esfinge), tendo assim permissão para passar pela 3º Portal do Amentis (Plano Astral), não raro, alcançando a Iluminação, prestando desta forma, reverências à Cruz Ansata (ANKH) sob os olhares de OSÍRIS e ÍSIS.
    Em contrapartida, aquele que não alcançava o grau a que se propôs, na maioria da vezes perdia a vida entre as paredes, tanques com água ou no fogo, perdido nos corredores e câmaras subterrâneas dos Templos e das Pirâmides. Bem diferente dos dias atuais onde, por parte dos incautos, qualquer "espirro" chega a ser um "Processo Iniciático".

    O Zodíaco Egípcio é o único que expressa detalhadamente, segundo papiros herméticos e hieróglifos de Denderah, o 13º signo (Ophiucus).
    O conjunto de elementos concernentes às configurações astronômicas do círculo zodiacal somados aos fatores telúricos relativos à época do ano na ocasião do nascimento de uma pessoa, é que determinava seu perfil astrológico, como fazem até hoje os Chineses, Hindus (Antiga Astrologia Védica) e Tibetanos.

    Observando-se o panteão egípcio sob uma ótica mais Esotérica, notamos as "coincidências" com o panteão grego e, principalmente, com os Orixás. Aprofundando-se um pouco mais, verificamos a analogia existente entre as festividades ao Senhor PTAH (Senhor do Mundo, no Egito) e as comemorações de 23 de abril, (S. Jorge, Akdorge (teosofia) ou Melktzedek: O Sumo Pontífice do Altíssimo). Festividades que tinham o seu ponto alto no Wesak (lua cheia de maio) que era vivenciado ritualísticamente no Egito, em ritos secretos, cerca de 5.000 anos antes da Iluminação do príncipe Siddharta Gautama.

    A expressão "Filho do Homem" conhecida atualmente como Avatar, era denominada TOTH no Egito e HERMES na Grécia. Através do "Senhor PTAH", a força Crística (nesta Nova Era, "Buddah Maytreia") chega ao Avatar. No Egito, esta Força era conhecida como OSÍRIS (Usirew) e sua contraparte feminina, ÍSIS (Eseth).

    Naturalmente, não serão estas poucas linhas que levantarão o Véu de mais de dez mil anos de Tradição Oculta. Nossos registros Akáshicos afloram cada vez mais.

    "Homenagem a ti, ó glorioso Rá que te levantas no horizonte dos céus, um grito de alegria rompe da boca e do coração de todos... alegria e júbilo...". (Livro Egípcio dos Mortos). Que a Luz esteja com todos os filhos de RÁ!

    Autor: Paulo Jorge N. Iannuzzi



    PESQUISAR EM LEVIR.COM.BR

    GLOSSÁRIO
    TEOSÓFICO
    HOME TEOSOFIA PALESTRAS ASTROLOGIA NUMEROLOGIA MAÇONARIA CRISTIANISMO ESOTERICA.FM MEMBROS
    WWW.LEVIR.COM.BR © 1996-2019 - LOJA ESOTÉRICA VIRTUAL - FALE CONOSCO: levir@levir.com.br - whatsapp: 11-984754717