LEVI.COM.BR - PAG.PRINCIPAL
CLIQUE AQUI PARA SE ASSOCIAR!
CLIQUE
AQUI
PARA SE
ASSOCIAR!
HOME TEOSOFIA PALESTRAS LIVRARIA ASTROLOGIA NUMEROLOGIA MAÇONARIA CRISTIANISMO ESOTERICA.FM MEMBROS



A ESOTERICA.FM É PATROCINADA
PELOS ASSOCIADOS DA LEVIR

  • ESOTERICA.FM
  • TEOSOFIA
  • PALESTRAS
  • LIVRARIA
  • ASTROLOGIA
  • NUMEROLOGIA
  • MAÇONARIA
  • CRISTIANISMO
  • TELEMENSAGENS
  • TEXTOS EM INGLÊS
  • MEMBROS
  • INDIQUE-NOS
  • FALE CONOSCO

    LIVROS
    RECOMENDADOS

    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    O MESTRE PERFEITO E SEUS MISTÉRIOS




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    PEQUENA HISTÓRIA DA MAÇONARIA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    A TÉCNICA DA VIDA ESPIRITUAL




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    A TÉCNICA DA VIDA ESPIRITUAL




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    TEOSOFIA COMO OS MESTRES A VÊEM




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    APRENDENDO A VIVER A TEOSOFIA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    DOUTRINA SECRETA (A) (VOL. II)




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    AUTOCULTURA À LUZ DO OCULTISMO




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    VISÃO ESPIRITUAL RELAÇÃO HOMEM/MULHER




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    CHEGANDO AONDE VOCÊ ESTÁ




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    TRÊS CAMINHOS PARA A PAZ INTERIOR




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    AS SETE GRANDES RELIGIõES




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    CARTAS DOS MAHATMAS PARA A. P.SINNETT-VOL 2




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    SIMBÓLICA MAÇÔNICA (A)




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    FUNDAMENTOS DE TEOSOFIA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    PÉROLAS DE SABEDORIA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    AS CAUSAS DA MISéRIA E SUA SUPERAçãO




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    REVELAÇÕES SECRETAS DA RELIGIÃO CRISTÃ (AS)




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    LUX ESOTERICA - O CAIBALION




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    O APERFEIÇOAMENTO DO HOMEM




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    LUX ESOTERICA - OS MESTRES E A SENDA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    O APERFEIÇOAMENTO DO HOMEM




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    TEOSOFIA COMO OS MESTRES A VÊEM




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    OS MESTRES E A SENDA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    LUX ESOTERICA - OS MESTRES E A SENDA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    IDEAIS DA TEOSOFIA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    LUX ESOTERICA - CURSO DE ESOTERISMO E TEOSOFIA - NÍVEL 1





    VEJA A
    RELAÇÃO
    COMPLETA
    DE LIVROS



    FALE CONOSCO!


    INDIQUE ESTA PÁGINAINDIQUE AQUI
    Indique Esta Página para seus amigos!

  • Mensagem 216
    De: "Osmar de Carvalho"
    Data: Sáb Fev 3, 2001 10:29 am
    Assunto: A obra do padre Antônio Vieira é lançada


    Pe Antônio Vieira


    Palavras que frutificam
    A obra do padre Antônio Vieira é
    lançada numa edição bem cuidada.
    Já não era sem tempo

    Carlos Graieb


    Antônio Vieira: marxistas e liberais o interpretaram mal


    Por várias décadas, só existiram dois caminhos para quem quisesse aprofundar-
    se na belíssima obra do padre Antônio Vieira (1608-1697). Um deles era trazer
    de Portugal a edição completa da Lello & Irmão, cara e em quinze tomos. O
    outro era contentar-se com livrinhos brasileiros que, quando muito, reproduzem
    meia dúzia das mais de 200 peças de oratória escritas pelo jesuíta. Entre esses
    dois extremos, nada. Eis agora uma boa nova: a editora Hedra está lançando
    uma coleção das obras de Vieira, em quatro volumes. O primeiro (663 páginas;
    49 reais) já está circulando e traz 25 sermões importantes. O próximo terá mais
    25 sermões e os dois seguintes conterão um material interessante e pouco
    conhecido: amostras de suas cartas e de seus textos proféticos. A organização
    ficou a cargo de Alcir Pécora, maior especialista brasileiro em Vieira, e a
    edição
    é caprichada. Traz páginas em fac-símile, cronologia da vida do autor, tradução
    das citações em latim e localização das passagens bíblicas que ele menciona.
    Se alguém por aí duvida que um lançamento como esse é precioso, vale citar
    alguns fatos universalmente aceitos a respeito de Antônio Vieira. Ele foi um
    personagem central tanto na cultura quanto na política do século XVII. Foi
    eminência parda no reinado de dom João IV, montou missões no Brasil, serviu
    como diplomata na Holanda, na França e em Roma, enfrentou os tribunais da
    Inquisição, emprestou seu brilho à corte de Cristina da Suécia e chegou a
    receber convite para ser o pregador do papa. Muitos o consideram o maior orador
    de seu tempo – e ele de fato atraía enxames de pessoas às suas missas. Mas,
    se isso não bastar para convencer os incrédulos, aqui vai uma opinião de peso,
    do poeta Fernando Pessoa, a respeito de sua habilidade literária: "Vieira foi o
    maior artista da língua portuguesa". O homem, em poucas palavras, foi uma das
    glórias do período barroco.

    O consenso em torno de Vieira, no entanto, acaba justamente na constatação
    de sua grandeza. Depois disso, o que há é uma multidão de interpretações
    conflitantes. A tal ponto que se torna divertido comparar a situação dos
    críticos
    contemporâneos com aquela dos pregadores a quem Vieira ataca em uma de
    suas obras mais famosas, o Sermão da Sexagésima. O sermão foi proferido em
    Lisboa, no ano de 1655. Ao seu autor interessava saber o motivo de a pregação
    católica estar surtindo pouco efeito entre os cristãos. "Sendo a palavra de Deus

    tão eficaz e tão poderosa", pergunta ele, "como vemos tão pouco fruto da palavra

    de Deus?" Depois de muito arrazoar, Vieira conclui que a culpa é dos próprios
    padres. "Eles pregam palavras de Deus, mas não pregam a palavra de Deus",
    afirma. Dito de outra maneira, o jesuíta reclama daqueles que torcem o texto da
    Bíblia para defender interesses mundanos. Sem tirar nem pôr, a mesma
    repreensão poderia ser feita contra aqueles que "semeiam" os textos de Antônio
    Vieira hoje em dia.
    O padre parece adaptar-se a todos os gostos. Há um Vieira marxista, um Vieira
    liberal e até um Vieira multiculturalista. Os marxistas gostam de citar sermões
    como o de Santo Antônio (1642), no qual o jesuíta prega contra os privilégios da

    nobreza, e afirmam que ele defendia a idéia de "justiça distributiva". Liberais
    vêem no Sermão XIV, que fala sobre escravidão, um indício de que ele foi "o
    primeiro abolicionista moderno". Finalmente, sermões sobre os índios ou a
    tolerância com os judeus servem para pintar um Vieira "relativista", para quem
    todas as culturas teriam igual direito à existência. Mas esses leitores se
    esquecem das evidências contrárias às suas teses. Os marxistas não reparam
    que Vieira subscrevia a "metafísica social" de sua época, na qual o nobre é
    sempre nobre, o clero é sempre clero e o povo sempre povo. Não há lugar para
    revoluções em seu pensamento. Já os que falam em abolicionismo não
    mencionam que no mesmo Sermão XIV ele justifica o tráfico negreiro como
    sendo uma "primeira transmigração", que tiraria os africanos do paganismo e os
    aproximaria da salvação. Quanto aos multiculturalistas, esquecem-se de que
    liberdade, para Vieira, era liberdade no interior da Igreja. Ai do índio que não
    se
    convertesse. Seu destino era o inferno. "As pessoas querem salvar Vieira de sua
    própria época, isolando um ou outro aspecto de sua obra. É uma estratégia
    desastrada", diz Alcir Pécora. O estudioso tem se esforçado para mostrar que
    cada texto do jesuíta forma uma unidade "teológico-político-retórica" e é
    difícil
    não simpatizar com seu projeto.
    Deve-se reconhecer, porém, que ler Vieira atentando para todas as nuances
    teológicas e históricas pode causar mais suores do que uma sessão de
    "aeróbica do Senhor" com o padre Marcelo Rossi. É tarefa para especialistas. O
    que é para todos é o prazer de sua leitura. Nos estreitos limites que as regras
    da
    oratória lhe impunham, ele sabia manipular como ninguém as referências
    bíblicas, trabalhar as imagens e argumentações e manter o ritmo musical das
    frases. Vieira considerava os seus sermões "choupanas" em vez de "palácios".
    E não gostava que fossem lidos de maneira puramente estética. Quanto ao
    primeiro ponto, ele estava errado. Quanto ao segundo, não há pecado em se
    deleitar com esses textos maravilhosos. Leia Vieira. Suas palavras sempre
    frutificam.

    ---
    Fonte: Revista Veja
    ---


    Osmar de Carvalho
    Coordenador da Loja Teosófica Virtual



    PESQUISAR EM LEVIR.COM.BR

    GLOSSÁRIO
    TEOSÓFICO
    HOME TEOSOFIA PALESTRAS LIVRARIA ASTROLOGIA NUMEROLOGIA MAÇONARIA CRISTIANISMO ESOTERICA.FM MEMBROS
    WWW.LEVIR.COM.BR © 1996-2018 - LOJA ESOTÉRICA VIRTUAL - FALE CONOSCO: levir@levir.com.br - whatsapp: 11-984754717