LEVI.COM.BR - PAG.PRINCIPAL
CLIQUE AQUI PARA SE ASSOCIAR!
CLIQUE
AQUI
PARA SE
ASSOCIAR!
HOME TEOSOFIA PALESTRAS LIVRARIA ASTROLOGIA NUMEROLOGIA MAÇONARIA CRISTIANISMO ESOTERICA.FM MEMBROS



A ESOTERICA.FM É PATROCINADA
PELOS ASSOCIADOS DA LEVIR

  • ESOTERICA.FM
  • TEOSOFIA
  • PALESTRAS
  • LIVRARIA
  • ASTROLOGIA
  • NUMEROLOGIA
  • MAÇONARIA
  • CRISTIANISMO
  • TELEMENSAGENS
  • TEXTOS EM INGLÊS
  • MEMBROS
  • INDIQUE-NOS
  • FALE CONOSCO

    LIVROS
    RECOMENDADOS

    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    SECRETÁRIO ÍNTIMO, PREBOSTE E JUIZ, INTENDENTE DOS EDIFÍCIOS




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    FUNDAMENTOS DE TEOSOFIA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    GRAU DO APRENDIZ E SEUS MISTÉRIOS




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    UM ESTUDO SOBRE A CONSCIêNCIA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    CLARIVIDÊNCIA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    LUZ DA ÁSIA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    AUTOCULTURA À LUZ DO OCULTISMO




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    LUX ESOTERICA - O LADO OCULTO DAS COISAS




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    SAÚDE E ESPIRITUALIDADE




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    A CIÊNCIA DA ASTROLOGIA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    MISTÉRIOS DO KARMA E A SUA SUPERAÇÃO (OS)




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    DO MESTRE SECRETO E SEUS MISTÉRIOS




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    OS MESTRES E A SENDA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    TEOSOFIA COMO OS MESTRES A VÊEM




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    DOUTRINA SECRETA (A) (VOL. IV)




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E ESPIRITUALIDADE




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    O MESTRE PERFEITO E SEUS MISTÉRIOS




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    APRENDENDO A VIVER A TEOSOFIA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    O INTERESSE HUMANO




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    BHAGAVAD-GITA - A CANÇÃO DO SENHOR




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    UM ESTUDO SOBRE A CONSCIêNCIA




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    LUX ESOTERICA - O LADO OCULTO DAS COISAS




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    DOUTRINA SECRETA (A) (VOL. III)




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    CHAKRAS (OS)




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    SENDA GRADUADA PARA A LIBERTAÇÃO,A




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    LUX ESOTERICA - O CAIBALION




    CLIQUE PARA ADQUIRIR
    SONHOS, OS





    VEJA A
    RELAÇÃO
    COMPLETA
    DE LIVROS



    FALE CONOSCO!


    INDIQUE ESTA PÁGINAINDIQUE AQUI
    Indique Esta Página para seus amigos!

  • O CAMINHO DO LIBERTAÇÃO

    Geoffrey Hodson

    (Teósofo inglês)

    Geoffrey HodsonUma das grandes necessidades da época atual é um sistema regular de pensamento reflexivo e de apropriado treinamento espiritual para todos os homens. Esta parece ser a solução, em realidade a única solução, dos problemas do momento, não somente para aqueles que aspiram a uma vida espiritual elevada, mas também para os dirigentes e povos de todas as nações do mundo.

    No Ocidente estamos imersos em uma febril atividade e vivemos em tal estado de ruído, excitação e perseguição egoísta do prazer que esquecemos completamente as realidades internas. Neste fato se encontra a explicação de todas as dificuldades do mundo. A natureza, entretanto, nos conduzirá inapelavelmente como o cavaleiro guia a seu cavalo, se nós não trocarmos totalmente o método e propósito de nossas vidas. Os cataclismos, as guerras e as lutas sociais e operárias que são a característica de nossa época, não são outra coisa que não advertências da natureza a fim de que nos detenhamos em nosso caminho e voltemos nossa atenção em direção da vida.

    A prática da meditação é um dos caminhos para nos liberar das moléstias, tristezas e dificuldades da vida; precisamente a liberação que todos os homens procuram. Para que seja completa e perdurável essa liberação deve sê-lo em um triplo sentido. Em primeiro lugar, temos que libertar a nossos próprios poderes internos.

    Aqueles que aspiram à vida espiritual não devem esperar a pressão das circunstâncias externas para despertar esse poder inato; mas sim devem aprender a liberá-lo e a utilizá-lo deliberadamente. A meditação é o meio para alcançar essa liberação.

    Há uma segunda classe de liberação. Detrás e por cima daquilo que desenvolvemos, está o poder divino, que é nossa existência real. É a força de nossa Divindade imanente. É o Deus que somos nós mesmos. Enquanto nossa atenção esteja dirigida para fora, ao externo, ao temporal e ao cambiante, o Deus dentro de nós permanecerá adormecido. Está em nossas mãos despertá-lo conscientemente e liberar agora nossas possibilidades divinas. Se queremos alcançar a meta é indispensável que o façamos assim. Necessitamos todos os nossos poderes e a experiência que possuímos para alcançar com segurança a ‘outra margem’ neste período da evolução humana.

    Consolemo-nos, entretanto, recordando que não temos que criar energia. A única coisa que temos que aprender é liberá-la. A ciência tem descoberto em um simples átomo forças tão grandes que caso fossem liberadas destruiriam um continente. Qual não será, então, o poder da alma humana? Em cada um de nós há uma energia incalculável. Cada um de nossos corpos oculta uma parte de uma energia que aqui, no plano físico, se manifesta muito pouco. O primeiro passo rumo à segunda liberação é tratar de compreender no que consiste este poder; segui-lo passo a passo até sua origem; encontrar nosso caminho para o interno através dos corpos que velam sua luz, passar mais à frente do corpo emocional ao mental, pelo mental ao Ego [Eu Superior], onde encontramos poder, paz e gozo além de toda compreensão humana. Em realidade, não há limite quanto às alturas a que podemos aspirar. Podemos chegar ao mais íntimo do coração do Logos e nos mergulhar Nele. Essa é, em realidade, a meta da meditação: o descobrimento da Fonte do Poder e a união com ela.

    Em terceiro lugar, não procuramos nos liberar das tristezas e dificuldades da vida, da natureza imperfeita da existência humana, cheia de um sofrimento que parece interminável, e com tão pouca felicidade que parece insegura? Não caminhamos às cegas em um mundo onde a dor parece preponderar, procurando sempre o prazer constante sem jamais encontrá-lo? Procuramos nos liberar da dor, a tristeza e a incerteza; procuramos um bem-estar que seja eterno e uma tranqüilidade que seja inalterável; procuramos, em uma palavra, a libertação eterna.

    Há um meio de escapar das penúrias da vida terrestre, de suas limitações, da sensação de incapacidade, da sensação de ter poderes que não podemos expressar e dos desenganos que continuamente se nos apresentam na vida. Este meio é aprender logo as lições que a dor e as tristezas ensinam e nos recolher em nosso interior, nos afastando deles para o cerne da realidade.

    Esses males têm, naturalmente, sua utilidade, são nossos professores. Venceremo-los afastando-nos deles, não lutando continuamente contra eles. Este último método vem sendo praticando desde idades sem conta e que se perdem nas brumas do tempo. Não nos protegemos desses males resistindo-os, pois ao fazê-lo intensificamos seu poder e nos pomos mais completamente sob seu domínio. Devemos nos distanciar de todas as dificuldades até que as vejamos em sua devida perspectiva, como sombras efêmeras, projetadas por nossa personalidade na tela do tempo e do espaço. Temos que deixar de olhar a multiplicidade de sombras e encarar a Luz única. Esta grande ‘conversão’ se consegue por meio da meditação. Com o pensamento devemos seguir nosso caminho até o verdadeiro centro de nosso ser. Ali encontraremos a luz eterna brilhando. Ali encontraremos a paz que é inalterável e que está ‘além de toda compreensão’. Não há outro caminho. Todos os fenômenos cambiantes da vida, ou melhor dizendo, todas as novidades passageiras do mundo, especialmente as experiências que nos produzem dor, existem para nos ensinar a olhar para dentro. Unicamente ali encontraremos o Reino da Felicidade.

    Se necessitarmos um maior incentivo, o encontraremos no conceito de que só poderemos ensinar a outros o caminho da libertação quando nós mesmos o tenhamos encontrado. Por muito que nos compadeçamos de nosso irmão, por muito que trabalhemos para aliviar os males do mundo, não seremos verdadeiros auxiliares, reformadores ou mestres até que tenhamos aprendido a nos recolher no seio dessa paz eterna, onde poderemos vislumbrá-la tudo em sua verdadeira perspectiva, alcançar a sabedoria e liberar o único poder capaz de nos converter em verdadeiros salvadores de homens.

    Quando nós mesmos tenhamos encontrado e cruzado o portal, poderemos guiar a nossos irmãos, mas não antes. Se observarmos os olhos dos grandes seres do mundo, veremos neles uma serenidade, uma felicidade e uma calma que nada pode perturbar. Eles entraram no Jardim da Felicidade e as tristezas do mundo não lhes alcançam pessoalmente, por muito que se compadeçam dos outros.

    Como alcançar isto que todos desejamos? Existem cinco princípios essenciais, cuja consideração pode nos indicar o caminho:

    1.— Todo aquilo que procuramos se encontra em nós mesmos.

    Deixemos de procurar a felicidade no externo; pelo contrário, tratemos de encontrar o coração de nosso próprio ser, onde unicamente jaz a solução dos problemas da vida e o caminho da felicidade e paz eternas.

    2.— É necessário tranqüilidade absoluta para que a ‘Voz do Silêncio’ seja ouvida e a luz eterna que sempre brilha seja percebida.

    Estamos sempre em presença de Deus. Os planos espirituais mais elevados não estão afastados no espaço, mas sim estão aqui mesmo. A voz de Deus ressoa sempre. Não ouvimos Sua voz, nem percebemos Sua luz, porque estamos completamente absorvidos em nós mesmos e nos aturdimos com nosso próprio ruído. Isto se aplica igualmente ao indivíduo e às nações. Aquele que aspira à vida espiritual deve retirar-se de todo isso; não deve se deixar arrastar pelo torvelinho da vida humana moderna, nem ser dominado pelas correntes de pensamento do mundo.  De vez em quando é bom retirar-se de tudo isto e estabelecer dentro de si mesmo um centro de equilíbrio e paz. Então se ouvirá a Voz,  será percebida a Luz e começarão a afluir a glória e a serenidade dos mundos superiores.

    Assim sendo, o silêncio é o segundo grande princípio. “Tende quietude e saiba que sois Deus”, disse o salmista. Um poeta moderno afirmou: “Quão raro é encontrar uma Alma bastante tranqüila para ouvir a voz de Deus”, e também: “Permanece tranqüilo diante de seu Deus e deixa que Ele te molde.”

    3.— Na quietude se produzirá a expansão de consciência.

    Tendo se recolhido a si mesmo, tendo alcançado a tranqüilidade, concentremos nossos pensamentos na contemplação das coisas eternas. Deixemos que Deus penetre mais em nossas vidas. Esforcemo-nos em alcançar um conceito de Sua Glória e em imaginar Sua natureza. Então, nossa consciência se expandirá e nos encontraremos n´Ele e O descobriremos em nós.

    4.— Nossos corpos devem purificar-se, a fim de que possam expressar a beleza, o esplendor, a expansão e a visão que nossa meditação revela.

    O corpo físico deve refinar-se perfeitamente. Os efeitos hereditários de comer carne em excesso e a rudeza geral das últimas gerações têm que eliminar-se por meio de dieta e vidas puras. Um grande Mestre disse que nossos corpos devem estar livres ‘até da mais pequena partícula de impureza’. A impureza física tem sua contrapartida no corpo emocional e também na mente; por conseguinte, é três vezes indesejável. Nossas emoções têm que ser igualmente purificadas e cultivadas; devemos refinar nossa mente, dominar sua tendência a separatividade, ao egoísmo e à crítica, e aprender a pensar em termos de unicidade. Desta maneira os corpos sutis se farão sensitivos, puros, belos e translúcidos à luz interna.

    5.— A solução de todos os problemas se encontra na compreensão da Unidade de toda a Vida.

    Anjo, homem, animal, vegetal e mineral são todos Um. A mensagem que temos para o mundo, que tem caído na ‘grande heresia’ da separatividade, é o da Unidade. Para transmitir esta mensagem não precisamos ser gigantes intelectuais capazes de escrever, falar ou organizar; porque, se tivermos um coração reto e a atitude devida e nós mesmos alcançamos, em certa medida, a compreensão da unidade, todos podemos ajudar. Todos podemos transmitir a mensagem constantemente em nossa vida cotidiana. Tudo o que precisamos é caridade e um coração puro, um determinado poder de concentração e uma vontade que não arredem ante os obstáculos.

    Temos que romper as amarras do eu inferior separado e temos que dedicar toda nossa vida ao serviço de nossos irmãos. Uma vez que tenhamos vislumbrado a esplêndida visão da unidade da vida, nenhuma dor terrestre poderá nos machucar. O gozo de trabalhar com os grandes dirigentes e Mestres da humanidade perdurará em nossos corações e brilhará em nosso olhar. Eles nos ajudarão a nos desenvolver, a fim de que cheguemos a ser servidores mais eficientes e mais inteligentes. Mediante Sua condução encontraremos a libertação e por Seu poder guiaremos à humanidade para a Paz.


    PESQUISAR EM LEVIR.COM.BR

    GLOSSÁRIO
    TEOSÓFICO
    HOME TEOSOFIA PALESTRAS LIVRARIA ASTROLOGIA NUMEROLOGIA MAÇONARIA CRISTIANISMO ESOTERICA.FM MEMBROS
    WWW.LEVIR.COM.BR © 1996-2018 - LOJA ESOTÉRICA VIRTUAL - FALE CONOSCO: levir@levir.com.br - whatsapp: 11-984754717